OM MANI PADME HUM

“As pessoas ficam doentes física e mentalmente. Para alguns, a vida é apenas um retardo para a morte; para outros, a morte é mais bem-vinda que a vida. Alguns levam uma vida miserável, incapazes de encarar a morte; outros se suicidam, por serem incapazes de encarar a vida. Estas experiências fazem você crescer por dentro. Se Deus não fez este mundo apenas para o sofrimento, e, se houver algo mais (e eu intuitivamente pressinto isso), eu o descobrirei."

Swami Sivananda

quarta-feira, 23 de março de 2011



YOGA & EMAGRECIMENTO
  
Muito se fala, lê e ouve atualmente sobre os “poderes” e possibilidades de transformação que a prática do Yoga pode nos ajudar a alcançar. Todos nós possuímos vícios, padrões e comportamentos que desejamos transformar em nossas vidas; desde os mais simples, como a vontade de emagrecer e a dificuldade de mudar nossos hábitos para o devido êxito, a outros mais complexos. Usando esse exemplo teoricamente mais banal, podemos nos perguntar: O que pode tornar tão difícil a luta contra a balança quando é o que desejamos, já conhecemos os meios para alcançar esse objetivo e ainda assim, muitas vezes, fracassamos? Acredito que uma resposta substancial esteja na ausência do Conhecimento, uma vez que estamos presos ao samskāra.
Durante anos e anos fazemos uma mesma coisa, seguimos velhos hábitos. A mente foi treinada para fazer determinada coisa e essa orientação fica impressa. Samskāra é uma orientação criada pela mente que fica impressa. Somente com o avanço do Conhecimento nos livramos de samskāra. Analisando os Yoga sūtras 2.26 e 2.28, “O Conhecimento discriminativo, sem obstáculos, é o meio para a eliminação da ignorância e do erro” e “Quando a impureza é eliminada, através da prática dos componentes (Yamas, Nyamas, Āsana, Prāņāyāma, Pratyāhāra, Dhāraņā, Dhyāna e Samādhi) que constituem o Yoga, ocorre o crescimento do Conhecimento até a clareza final do Conhecimento”, podemos perceber que o Yoga é um caminho para conquistarmos o Conhecimento. E qual é a relação desse Conhecimento com os samskāras que nos aprisionam? Plena, pois adquirir esse Conhecimento não significa acumular sabedoria sobre os diversos assuntos da vida material, mas o meio para nos livrarmos da ignorância de não sabermos quem somos. Para isso, muitas buscas estão envolvidas: diminuir os apegos e aversões excessivas; buscar o contentamento; exercitar a vontade concentrada e muitas outras ações principais e outras auxiliares. 
Na prática dos āsanas também reside uma excelente oportunidade para esse exercício, pois cada āsana pode ser uma plataforma para se trabalhar a entrega, a austeridade, a não-violência e todos os demais componentes do yoga acima citados. Através dessa ferramenta, a nossa energia circula livremente no corpo, as camadas sutis de nosso Ser são beneficiadas e nossa Consciência tem a oportunidade de “falar” mais alto que nossa mente. Devemos aprender a diferenciar mente de consciência.  A consciência nos dá poder de discernimento para fazermos escolhas saudáveis e maduras, poder de observarmos nossas tendências e atitudes e poder de tomar as ações corretas. A mente em desequilíbrio, seu estado mais habitual, exerce uma influência exagerada em nossas vidas, de modo que acabamos por ser dirigidos por ela e não conseguimos comandar nossas rotas e “realizar” nossas escolhas saudáveis.
Quando negligenciamos nosso corpo físico também ocorre o desequilíbrio, podendo gerar sobrepeso. Então, para perder peso excessivo, nos deparamos com a necessidade de ter disciplina. A dificuldade com a disciplina nos gera frustrações, ansiedade, desânimo, etc. Esse é o processo da mente. Onde fica a Consciência nessas horas? Se a Consciência falasse mais alto, conseguiríamos nos livrar do samskāra. Por isso, o Yoga pode ser um recurso muito favorável, pois é um caminho que nos ensina a “despertar” a Consciência e como lidar com uma mente relutante e inquieta. Mas, Yoga não é mágica, é experiência. Tudo o que foi exposto nos leva a perceber o que realmente significa, aqui neste contexto, a busca pelo Conhecimento. É a busca pela manifestação da nossa Consciência de forma que ela possa nos guiar e, assim, todos os aspectos do nosso Ser como mente, emoções, corpo físico, corpo de energia possam estar em sintonia e vivendo em Unidade.
O Hatha Yoga, com uma prática diária, pode fazer muito pela pessoa que busca a perda de peso. A freqüente prática dos āsanas atua no físico eliminando toxinas e promovendo a circulação de energia por todo o corpo, os prāņāyāmas distribuem a energia e acalmam a mente, a meditação é o meio para se fazer a conexão com a Consciência. Obviamente, que a associação dessa prática com exercícios aeróbicos bem orientados é capaz de trazer benefícios ainda maiores ao praticante. E a alimentação balanceada se torna mais fácil de ser alcançada pela mudança gradativa de padrões.
Quando cuidamos de todas as camadas do nosso Ser, vivenciamos equanimidade e sentimento de felicidade verdadeira, e isso, certamente, se reflete no corpo físico e mente.
Hari Om!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Este é um Espaço para trocas. Deixe aqui seus Comentários e/ou Perguntas!